Aprendendo mais sobre Inclusão Social

Postado em 08/10/2013 por Renata Terra.

Com informações de Coordenadora Miria Azevedo Couto Brandão.

Visualizado 699 vezes.


Dia 21 de setembro, no Seminário de Inclusão Social – Autismo, profissionais da educação, do Centro Educacional São Camilo se fizeram presentes, buscando conhecer mais sobre a Inclusão, especificamente, nesse dia, sobre o autismo.

 

Quem fez a Palestra foi o professor Eugênio Cunha, doutorando e mestre em educação, professor, psicopedagogo e jornalista. Ele explicou que o Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma síndrome proveniente de causas ainda desconhecidas, mas com grande contribuição de fatores genéticos. Ele disse que o autismo é um transtorno complexo com sintomas e quadros comportamentais distintos, o que traz dificuldades para o processo de aprendizado.  Os sintomas giram em torno de uma tríade principal: comprometimentos na comunicação, dificuldades na interação social e atividades restritas e repetitivas.

 

A fonaudióloga Heloíza Carla Corrêa Villela ressaltou que, para que o tratamento aconteça de forma eficaz, é fundamental um diagnóstico precoce e intervenção adequada com reavaliação sistemática. É necessário também, boa vontade e amor de todos que lidam com a criança e, se necessário, o uso de medicamento.

 

O professor Eugênio Cunha disse ainda que a educação pressupõe ouvir o aluno e conhecê-lo. Na educação especial, não há metodologias ou técnicas salvadoras, mas a possibilidade de uma formação do educando, considerando que o ensino dos conteúdos escolares não precisa estar centrado nas funções formais e nos limites pré-estabelecidos pelo currículo escolar. A escola necessita aprender a lidar com a realidade de cada aprendente e, nessa relação, quem primeiro aprende é o professor e quem primeiro ensina é o aluno.

 

Confira, pelas fotos, os momentos registrados nesse dia de estudo e reflexão.