“Em tempos de guerra: memórias de homens e armas”

Postado em 24/11/2015 por Gilliane Correia Wichello .

Com informações de Coordenadora Tatiana de Rezende.

Visualizado 788 vezes.


Os alunos dos nonos anos do Centro Educacional São Camilo mais uma vez visitaram o Museu das Grandes Guerras, que fica localizado em Afonso Cláudio-ES.

 

Entre uniformes militares, armas de guerras, documentos históricos (fotos, jornais), medalhas e um arsenal imensurável de relíquias bélicas, estavam nossos alunos encantados com tantas informações reais de um tempo de guerra.

 

Todo o acervo é mantido pelo alemão Rolf Hoffman, de 62 anos, que veio para o Brasil em 2005. Seu avô participou da Primeira Guerra Mundial. Já o seu pai, da Segunda. Muitos dos objetos que estavam no campo de batalha hoje fazem parte do acervo do museu.

 

Sair dos livros e vivenciar este tempo é um mergulho no passado. Um passado de guerra, sangue, utopias e contradições humanas.

 

Agora, depois desse encontro, nossos alunos poderão dizer que uma guerra deixa muito além de bombas e mortes. Encontrar relíquias reais de um tempo de conflito leva à reflexão de que precisamos cada vez mais de um mundo de paz.

 

O trabalho pedagógico final será a produção de uma carta, na qual o aluno terá o desafio de escrever, colocando-se no lugar de alguém que fez parte, direta ou indiretamente da guerra (I ou II). Pode ser um soldado, general, médico, enfermeira, mãe etc... A carta poderá ser escrita no tempo da guerra ou no nosso presente, basta ser criativo para que as informações sejam coerentes. Nessa carta, além de mostrar a parte humana dos conflitos, o aluno deverá mostrar seus conhecimentos históricos.