Encontrando a “Ilha Perdida”

Postado em 17/09/2019 por Stanley Mion.

Com informações de Professora Vanessa Juriatto Santos Pedroni.

Visualizado 116 vezes.


Nesse primeiro semestre, trabalhamos com a leitura do livro “A Ilha Perdida”, escrito por Maria José Dupré, em nossas aulas de biblioteca. Como foi prazeroso viver, juntamente com Eduardo e Henrique, tantas aventuras! Havia momentos em que parecíamos personagens e tamanha era nossa torcida para que tudo desse certo para os dois!

 

Conhecer Padrinho, Madrinha, Quico, Oscar, Bento e Eufrosina foi um presente! E como era tranquila a vida na fazenda! Deu vontade de estar lá em alguns momentos, principalmente no pomar, comer frutas tiradas diretamente do pé, banhar-se no riozinho, andar a cavalo, entre outras programações, e esquecermos um pouco toda essa agitação da cidade!

 

Sem falar em Simão e na maneira de viver. Tão diferente da nossa! Será que nos adaptaríamos a viver como ele? Enfim, foi muito bom conhecê-lo!

 

Por tudo isso e para não perdermos de nossa memória como é bom nos envolvermos em uma leitura, em grupos, os alunos dos 5°s anos M1 e M2 criaram maquetes dos espaços reproduzidos no livro: a fazenda e a ilha.

 

Em uma base de isopor, os alunos representaram os dois espaços: toda a fazenda, a casa grande, o curral, o pomar, o riozinho que cortava a fazenda, as plantações, bem como a ilha, com toda a exuberância de sua fauna e flora.

 

Eles utilizaram a criatividade e materiais diversificados. Os critérios de avaliação foram a representação dos espaços do livro, a criatividade, a organização, a apresentação e o trabalho em equipe.

 

Os alunos dos 5°s anos se destacaram muito nesse trabalho e têm os nossos parabéns!