Professora de Farmácia defende dissertação de Mestrado

Postado em 18/06/2013 por Gilliane Correia Wichello.

Com informações de Coordenação do curso de Farmácia.

Visualizado 761 vezes.


No dia 29 de maio, a professora Camila Almenara, do curso de Farmácia do Centro Universitário São Camilo, defendeu sua dissertação de mestrado em Ciências Fisiológicas pela Universidade Federal do Espírito Santo. A dissertação foi intitulada “Efeitos da exposição crônica a baixas concentrações de cloreto de cádmio sobre a reatividade vascular e pressão arterial de ratos”, orientado pela professora doutora do Departamento de Ciências Fisiológicas da UFES Alessandra Simão Padilha.

 

A autora abordou as alterações provocadas por esse metal presente em fertilizantes fosfatados e na fumaça de cigarro. Dentre estas alterações, a hipertensão e aterosclerose foram citadas, apesar dos mecanismos envolvidos nesses processos provocados pelo cádmio não serem bem elucidados, o que justificou a importância do trabalho apresentado. Por fim, sugeriu, com base em seus resultados funcionais e de biologia molecular, que o cádmio, em concentrações similares às encontradas em trabalhadores expostos, é capaz de causar disfunção endotelial e hipertensão, devido, ao menos em parte, ao aumento do estresse oxidativo. A relevância dos resultados foi exaltada pela banca examinadora, bem como a publicação de artigo científico em revista internacional Qualis A1, e o título de mestre foi concedido para a professora de Toxicologia, Parasitologia Clínica e Farmácia Hospitalar do Centro Universitário São Camilo.