I Simpósio de Libras - A Educação de Surdos e seus aspectos Sociais, Históricos e Atualidades

Postado em 03/07/2014 por Gilliane Correia Wichello e Luciana Ferrares Roli.

Com informações de Coordenação do curso de Letras/Língua Portuguesa.

Visualizado 1679 vezes.


No ultimo dia 25 de junho aconteceu no auditório do Centro Universitário São Camilo a realização do I Simpósio de Língua Brasileira de Sinais. Um evento que marcou a realidade de muitos Surdos e dos acadêmicos do 5° período do núcleo das licenciaturas.

 

O Simpósio foi organizado pela Coordenadora Jacqueline Ramalho Nogueira dos Santos e a professora Elivane da Silva Santos juntamente com os seus alunos e destacou-se pela presença de mais de 80 Surdos entre eles um grupo de 40 pessoas entre Surdos e ouvintes do IFES de Venda Nova do Imigrante, que não pouparam esforços para participar do Simpósio que trouxe inúmeras contribuições e reflexões da realidade e práticas Educacionais com a pessoa Surda.

 

O evento contou a participação dos alunos do curso técnico de Intérprete e Tradutor de Libras da Colégio Liceu Muniz Freire, com os alunos do Centro de Atendimento ao Surdo – CAS de Cachoeiro de Itapemirim assim com grande parte da comunidade Surda local.

 

O episódio trouxe a impressionante palestra de Cláudio Valiatti Passabon, Surdo profundo e pedagogo do Centro de Atendimento ao Surdo, o depoimento da mãe de uma criança Surda, Laine Keli Subtil Justino emocionou a comunidade Surda e os alunos pelas lutas e barreiras que são enfrentadas por familiares de Surdos. O Simpósio possibilitou ainda depoimentos e exposição do trabalho dos três profissionais que atuam dentro do contexto escolar e amparo legal com o aluno Surdo. A intérprete de Libras e pedagoga Cassiane Santana dos Santos, falou representando o trabalho que é realizado pelo professor especialista em deficiência auditiva ( Professor D.A) no Atendimento Educacional Especializado – AEE que é direito do aluno Surdo, assim como Fabiane Decothé, Surda profunda que trouxe fotos e relatos do trabalho realizado por ela como instrutora de Libras de Crianças e adolescente também atuante no AEE. Por fim, tivemos o esclarecedor depoimento do Intérprete e professor de LIBRAS Vagner Santana Rodrigues; onde foi apresentado a função, legalidade, amparo ético e importância do trabalho realizado pelo intérprete de LIBRAS atualmente no contexto escolar, social e acadêmico.

 

A comunidade Surda expressou ao Centro Universitário o agradecimento mediante a realização do evento, pois, atualmente é muito escasso momentos como esses que possibilitam a disseminação da língua de sinais, esclarecimento sobre os direitos da pessoa Surda e principalmente a oportunidade para que o Surdo seja inserido e refletido dentro das práticas educacionais.

 

Finalizando o momento, houve apresentações culturais com as Alunas do Curso de Libras Básico do Sest Senat, com os adolescentes Surdos Felipe Murici e Gabriella Bastos Paris que demonstraram um pequeno exemplo do potencial e talento da pessoa Surda com a belíssima apresentação de teatro, música e dança.

 

A aluna Lorena Gonçalves Martins, agradeceu em nome dos alunos do Centro Universitário São Camilo a professora Elivane S.Santos por ter idealizado o evento e disse emocionada que foi um dos melhores momentos da sua formação:” realmente conferimos na prática o que aprendemos na teoria, serei uma professora diferente se um dia eu tiver um aluno Surdo após o estudo dessa disciplina e desse simpósio, cometemos muitos erros desnecessários quando não temos conhecimento.Simplesmente foi tudo inesquecível e educativo”.

 

Para a professora egressa Ana Barbara Rangel o evento foi muito importante para a formação do professor “foi maravilhoso! Pude exercer a Língua de Sinais que aprendi e foi possível entender as dificuldades e necessidades dos Surdos ao inserir-se nas escolas e de como o preconceito ainda existe. Também trocamos idéias de como melhorar o ensino para estes alunos e qual a melhor maneira de inserirmos as atividades desenvolvidas na escola”.

 

Contudo, a professora Elivane S.Santos agradeceu e parabenizou a participação de todos alunos, professores, palestrantes, Surdos e ao Secretário de Saúde Edson Fassarela e o Vice prefeito Abel Santana por terem vindo prestigiar esse momento. A professora explicou que é muito importante para a comunidade Surda, para os profissionais que atuam com o público e poderão ter contato com os Surdos que conheçam e reflitam sobre os direito e potencial que a pessoa Surda possui na sociedade atualmente. “Se depender de mim, teremos inúmeros eventos, e momentos como esses, não podemos parar e fechar nossos olhos para causas importantes como é essa da realidade do Surdo”. Afirmou.