Aluna de Letras Língua Portuguesa relata intercâmbio à Argentina

Postado em 23/08/2016 por Gilliane Correia Wichello.

Com informações de Por Renata Dias Lopes – 6° período de Letras – Língua Portuguesa.

Visualizado 1677 vezes.


No ano de 2015, recebi a notícia que mudaria a minha vida por completo, que havia sido contemplada com uma bolsa de estudos no exterior. A bolsa é do Programa Ibero Americanas promovido pelo Santander Universidades em parceria com a São Camilo. A viagem ocorreu no período de fevereiro a julho de 2016 com destino à Cidade Autônoma de Buenos Aires, Argentina, onde estudei espanhol na Fundación H. A. Barceló todo esse tempo.

 

Sem dúvidas, o aprendizado linguístico foi muito grande. A Barceló me recebeu muito bem e mostrou ter um ensino de qualidade. Contudo, mais do que aprender um idioma, aprendi a ver o mundo com outros olhos. Foi a primeira vez em que saí do Brasil e tive um grande choque cultural porque não era apenas um país de língua diferente, eram outros costumes, outras formas de se vestir, outras comidas, outras músicas, outras literaturas, outro tipo de educação, outra forma de ver o mundo, outra forma de ver o Brasil e, acima de tudo, outra forma de ver a vida.

 

Encarar esse novo mundo me fez crescer muito como pessoa e profissional. Como pessoa aprendi, com a ausência, a valorizar ainda mais a minha família, a minha casa e meus amigos. E falando em amigos, é incrível como os argentinos são muito fiéis aos seus e valorizam demais as amizades que constroem. O Dia do Amigo lá é coisa séria e não se deve passar em branco. Sem dúvidas carregarei isso comigo para o resto da vida. E como profissional, sou estudante de Letras - Língua Portuguesa e, devido à grande semelhança entre o português e o espanhol, ampliei meus conhecimentos acerca do processo evolutivo do latim até chegar a esses dois idiomas.

 

E em relação à cidade de Buenos Aires, esta respira cultura e literatura, além de caprichar na arquitetura. Aliás, o que dizer dos museus e das livrarias portenhas? Tive o privilégio de conhecer museus como o MALBA, Museu De Bellas Artes, Museu Casa Carlos Gardel, Museu Boca Juniors, Museu de Arte Espanhola Enrique Larreta, Museu de Arte Moderna, Museu Nacional da História do Traje, Museu Casa Rosada etc., além de visitar a segunda livraria mais linda do mundo, El Ateneo Grand Splendid, e fazer visitas guiadas pelos edifícios arquitetônicos públicos mais lindos do país como a Casa Rosada, o Congresso Nacional e o Palácio de Justiça. Sem falar na Catedral Metropolitana de Buenos Aires e a Catedral da cidade de La Plata que deixam qualquer um de queixo caído!

 

Hoje, fecho os olhos e desejo apenas voltar a caminhar nos lindos parques portenhos ou nos bosques de Palermo tomando mate e lendo algum conto de Borges. O fato é que é difícil pôr em palavras tudo o que senti e aprendi. A experiência foi muito gratificante e serei eternamente grata ao Santander e à São Camilo pela oportunidade que me deram de realizar um dos meus grandes sonhos.