São Camilo e Diocese de Cachoeiro realizam curso de extensão “Economia a Favor da Vida”

Postado em 29/10/2021 por Stanley Mion .

Visualizado 135 vezes.


No dia 25 de setembro, o Centro Universitário São Camilo-ES em parceria com a Diocese de Cachoeiro de Itapemirim-ES, iniciou o curso de extensão “Economia a favor da vida – Compromisso com a Proposta do Papa Francisco”, com o tema “Economia Popular Solidária”.

 

A temática abordada está voltada para o conjunto de empreendimentos produtivos de iniciativa coletiva, com certo grau de democracia interna e que remuneram o trabalho de forma privilegiada em relação ao capital, seja no campo ou na cidade. A Economia Popular Solidária tem por objetivo inserir o ser humano no centro da atividade econômica, através do fortalecimento das relações econômicas e sociais e da valorização do trabalho. A proposta desse modelo de produção é permitir que aqueles que se encontram à margem do mercado de trabalho formal possam sobreviver, mais dignamente, num contexto capitalista.

 

Esse primeiro tema, foi apresentado pelo Professor Lima Deleon, que é Engenheiro Agrônomo, com mestrado com ênfase em Nutrição de Plantas, pelo Programa de Pós-graduação em Produção Vegetal do Centro de Ciências Agrárias e Engenharias da Universidade Federal do Espírito Santo, e doutorado com ênfase em Mudanças Climáticas, pelo Programa de Pós-graduação em Produção Vegetal do Centro de Ciências Agrárias e Engenharias da Universidade Federal do Espírito Santo, com período de Doutorado Sanduíche no Instituto de Investigação Científica Tropical (IICT - Lisboa, Portugal) e Pós-doutorado com ênfase em Créditos de Carbono na Agricultura sediado na UFES, com fomento pelo Programa de Desenvolvimento Científico Regional do CNPq/FAPES.

 

Os acadêmicos, assim como todos os demais participantes, puderam perceber que, devido ao relevante número de excluídos do mercado de trabalho formal, há a necessidade de criar outras e novas formas de inserção desses indivíduos na economia e, nesse cenário, surgem práticas de relações econômicas e sociais que, de imediato, propiciam a sobrevivência e a melhoria da qualidade de vida

 

de milhões de pessoas em diferentes partes do mundo. Além disso, a Economia Popular Solidária é construída sob um arranjo organizacional de empresas, trabalhadores, consumidores e governo, que juntos são capazes de construir e fomentar relações interpessoais, objetivando uma melhoria na qualidade de vida e renda da população mais carente.

 

Considerando que o objetivo do curso é levar os participantes a buscar um novo modelo econômico, com a formação de uma consciência crítica capaz de assumir o compromisso de tornar a economia sustentável e inclusiva na região em que atuam, os resultados desse primeiro momento foram alcançados , pois o evento contou com a participação de pessoas de diversas cidades da região, dentre elas: Itaoca, Muqui, Itaipava, Vargem Alta, Cariacica, Alegre, Castelo, Aracuí, Mimoso do Sul, São José do Calçado, Iúna, Jaciguá, Presidente Kennedy, Vitória, Venda Nova do Imigrante e Marataízes, todos com o objetivo de aprender sobre Economia Popular Solidária – tema do primeiro módulo do curso “Economia a favor da vida”. Dando continuidade ao curso, no dia 09 de outubro foi apresentado o tema “Desigualdade e Pobreza”, com as palestrantes Professora Aline Giuri - graduada em Direito e Mestra em Engenharia e Desenvolvimento Sustentável, com especialização em Docência do Ensino Superior e em Direito Público e Privado e coordenadora e docente do curso de Direito do Centro Universitário São Camilo – ES, e Professora Jaqueline Ramalho - graduada em Comunicação Social, Pedagogia e História, Especialista em História do Brasil e Coordenação Pedagógica, Mestra em Ciência Política e coordenadora e docente dos cursos de História e Letras-Inglês do Centro Universitário São Camilo - ES.

 

As palestrantes abordaram a realidade social, política, econômica e culturalmente constituída, para que se possa conceber um conjunto de políticas públicas estruturantes, capazes de atuar intersetorial e articuladamente com o propósito de garantir o acesso do cidadão a todos os direitos legalmente constituídos para a efetiva qualidade de vida das pessoas.

 

No terceiro encontro, realizado no dia 23 de outubro, os palestrantes Rafael Altoé Frossard e Professora Joelma Aparecida Zoboli retrataram o tema “Educação e Finanças”.

 

Rafael Frossard é graduado em Ciências Contábeis e participou de mobilidade acadêmica na Faculdade do Porto – Portugal; Joelma Zoboli possui graduação em Economia Doméstica, Administração e Ciências Contábeis e mestrado em Economia Doméstica. É coordenadora e docente dos cursos de Administração e Ciências Contábeis do Centro Universitário São Camilo - ES.

 

Os palestrantes apresentaram o modelo econômico vigente através de uma visão macro e também de forma regionalizada, levando os participantes a realizarem uma reflexão sobre sua relação com o dinheiro, provendo-os de conhecimentos e informações sobre comportamentos básicos que contribuem para melhorar a qualidade de vida das pessoas e de suas comunidades.

 

A São Camilo-ES agradece a presença e a intensa interação dos participantes, que compartilharam suas experiências e vivências, enriquecendo muito esses primeiros encontros e tornando promissor o próximo, que será realizado no dia 06 de novembro.