IXI MOBFOG 2016 – São Camilo

Postado em 27/09/2016 por Gilliane Correia Wichello.

Com informações de Coordenação Pedagógica, Valéria Duarte.

Visualizado 372 vezes.


Uma das Olimpíadas que atrai muito os alunos dos 8º e 9º anos é a  MOBFOG (Mostra Brasileira de Foguetes).

 

A MOBFOG consiste no lançamento de foguetes de quatro tipos diferentes. Conforme o nível do aluno correspondente ao ano de estudo, é pedido que lancem foguetes por simples impulsão, usando bomba de encher pneu de bicicleta, por exemplo. Cabe aos participantes descobrirem os aperfeiçoamentos que devem fazer para lançarem seus foguetes o mais longe possível.

 

Nós, do Centro Educacional São Camilo, incentivamos e apoiamos nossos alunos para participar dessa Olimpíada, pois estimula a aprendizagem, uma vez que os alunos precisam colocar a teoria em prática no momento da confecção e do lançamento dos foguetes. Os foguetes devem ser construídos com garrafa pet, podendo voar até 120 metros de distância. Nesse ano, o  professor responsável pela MOBFOG foi o professor Leonardo Mardegan.

 

Durante o lançamento, que aconteceu no estacionamento da Escola,  os alunos apresentaram os seus foguetes e suas bases de lançamento. Os protótipos eram movidos a ar de bomba de encher pneu de bicicleta e água. Os  vídeos de lançamentos dos foguetes foram postados posteriormente no site da MOBFOG.

 

Emocionado, o professor Leonardo deixou um recadinho para seus alunos:

 

" Queridos alunos: Tenho certeza de que a cada ano a experiência de participar deste evento irá torná-los cada vez mais capacitados para compreenderem o nosso Universo. Vocês serão capazes de tomar decisões que podem tornar menos impactantes a nossa existência no planeta. Por isso, sintam-se responsáveis por ele, saibam como respeitá-lo e, mais importante, façam as escolhas corretas e lutem para que seus semelhantes também as façam. Nunca se esqueçam de que, apesar de existirem sete bilhões de 'estrelas' (habitantes) no planeta Terra, o brilho de vocês é especial. Então,  jamais permitam que ele seja ofuscado".

 

Professor de Robótica e Física, Leonardo Mardegan