DIA DO PROFESSOR

Postado em 09/10/2013 por Gilliane Correia Wichello.

Com informações de Pe. Gildésio da Paixão Batista - Coordenador da Pastoral Universitária.

Visualizado 713 vezes.


O MINISTÉRIO DA HUMANIZAÇÃO

 

Professor (a), seu trabalho é uma missão digna de louvor e de gratidão! Seu ministério consiste em acreditar na pessoa humana, em todos os seres humanos. Você sabe que, no íntimo de cada ser humano, existe uma pérola preciosa, um tesouro que precisa ser despertado e manifestado, para que o ser humano alcance sua verdadeira e autêntica humanização. Você não se cansa de profetizar que a educação potencializa o ser humano a reconhecer-se como um ser histórico de possibilidades, sem perder sua essência humana. Será que somente você, professor (a), acredita no poder transformador da educação? A humanidade necessita que você, professor (a), continue acreditando, mesmo que contra toda a esperança.

 

Você sabe, por experiência, no que está acreditando. Sabe que sua crença é comprovadamente verdadeira, mesmo que outros tentem colocar em dúvida sua credibilidade. Quem poderá desacreditar dos fatos das muitas histórias de sucesso que você ajudou a construir? Dos sonhos que você ajudou a tornarem-se realidades? Das curiosidades que você, com sua arte de dialogar e de promover a reflexão, ajudou a despertar em tantas mentes, hoje inclinadas para a pesquisa e para a circulação do conhecimento? No universo do conhecimento e dos saberes, é você quem possui a arte da maiêutica, ou seja, de dar a luz a novas capacidades e habilidades para que outros seres humanos sejam mais humanos e pessoas melhores.

 

Suas razões para continuar acreditando no trabalho que realiza são incontestáveis e, com certeza, partilhadas por uma multidão imensa de pessoas que também acreditam no ser humano potencializado por este processo de ensino-aprendizagem que tem em você, professor (a), o grande artesão de novas construções.

 

 Nosso desejo é que você continue acreditando na semente do conhecimento que lança, todos os dias, na terra fértil dos corações e mentes humanas, assim como o agricultor lança a semente na terra, na mais firme esperança de que todas as adversidades da natureza serão vencidas, e de que a colheita será farta. Nós, que, como você, acreditamos nesse seu ministério de humanização, o (a) parabenizamos neste dia por sua vida, sua vocação e sua missão!

 

Parabéns professor (a)!

 

Autor: Pe. Gildésio da Paixão Batista - Coordenador da Pastoral Universitária