Evento discute a Formação do Professor de Matemática na Atualidade

Postado em 26/06/2018 por Gilliane Correia Wichello .

Com informações de Coordenação do curso de Matemática.

Visualizado 276 vezes.


A XVI Semana de Matemática, que aconteceu de 20 a 22 de junho, foi de grande importância para os acadêmicos por ser esse, um momento de oportunidade de trocas de experiências entre discentes, docentes e alunos egressos. Nessa perspectiva, os palestrantes apresentaram temáticas relevantes e pertinentes à formação inicial, contínua e continuada dos professores, com destaque ao relato de experiências de alunos egressos – Funcionamento da Escola Viva, Escola Híbrida e Participação no processo de Seleção do Mestrado. Os palestrantes fizeram ainda, considerações sobre o perfil docente para o mercado de trabalho atual e as aplicações da matemática no contexto da vida moderna. Durante as palestras foram demonstradas práticas pedagógicas relevantes para a melhoria dos conhecimentos dos acadêmicos.

 

Nos três dias de evento ocorreu o II Torneio de Damas, com envolvimento de acadêmicos de outros cursos da Instituição e convidados. No último dia foram realizadas as entregas das premiações aos vencedores do 1º, 2º, 3º e 4º lugares do II Torneio de Damas, bem como, foram prestadas homenagens à Coordenadora do Curso Marilene Dilem da Silva e aos alunos da turma por meio de vídeos com imagens das atividades desenvolvidas durante o curso. Dessa forma, foi possível perceber o envolvimento dos discentes, com grande participação da comissão de alunos, durante todo o processo de organização e efetivação da Semana Acadêmica. Parabéns e obrigada a todos (as)!

 

 

Confira o poema escrito pelo aluno João Victor Guimarães – 5º Período e, que foi apresentado durante o Momento Cultural:

 

Estamos nós beirando o término de mais essa fase, na escada da vida,

Só alcança o topo quem constrói uma base,

O porvir incerto que se aproxima é tão certo quanto o presente.

Mas, tenha certeza de algo: a gente pode mudar o mundo e E ninguém pode parar a gente.

Então, vá! Mude o mundo com a matemática.

Ensine mais do que cálculos, prepare-os para a vida.

Use toda sua tática.

O pouco que você faz pode tender a nada, mas, para alguém, pode ser o tudo.

O fim está próximo, não podemos negar.

Devemos a todo tempo agradecer.

Por mais difícil que seja e, motivo talvez não se veja, devemos nos alegrar.

Sorrimos, rimos, choramos, ralamos (e como ralamos!).

Conhecemos pessoas que marcaram nossas vidas.

Um dia, com o coração circundado em saudade, olharemos para tudo que passamos e veremos que valeu a pena.

Cada esforço, cada noite de sono perdida, cada tristeza, cada alegria,

Todo estresse, toda correria.

Mas, pera lá! Ainda não é a despedida.

Há uma trilha a ser percorrida, uma meta a ser cumprida.

Não sabemos o que virá após.

Mas, por ora, aproveitemos.

E dentre o tempo que ainda temos, façamos sempre o melhor de nós.

João Victor Guimarães